Guião de citação

From eViterbo
Jump to navigation Jump to search

Guião de citação de fontes, bibliografia e regras de escrita

Citação de bibliografia:

A plataforma eViterbo utiliza nas normas bibliográficas o Chicago Manual Style 17th edition (note).

As hiperligações para fontes, livros, artigos e imagens devem constar somente na lista final de fontes, bibliografia ou ligações externas e estas são introduzidas pela ferramenta própria da hiperligação.

A lista de bibliografia deve guiar-se pelo sistema de "Chicago Manual Style 17th edition (note), bibliografia". As Notas devem recorrer ao sistema "Chicago Manual Style 17th edition (note), notas" ou seja ou sistema "shortened notes".

Relativamente à citação de fontes de arquivos veja-se os exemplos neste guia.

Apresentamos, em baixo, alguns exemplos de preenchimento.

Livros

Entrada bibliográfica – D’Agata, John, ed. The Making of the American Essay. Minneapolis: Graywolf Press, 2016.

Nota de rodapé – D’Agata, American Essay, 182.

ou

Entrada bibliográfica – Ribeiro, José Silvestre. Historia dos Estabelecimentos Scientificos Litterarios e Artisticos de Portugal nos Sucessivos Reinados da Monarquia. Vol. 1. Lisboa: Typografia Real da Academia de Sciencias, 1871.

Nota de rodapé – Ribeiro, Historia dos Estabelecimentos Scientificos, 1:288.


Livros com mais de um autor, até três.

Entrada bibliográfica - Grazer, Brian, and Charles Fishman. A Curious Mind: The Secret to a Bigger Life. New York: Simon & Schuster, 2015.

Nota de rodapé - Grazer and Fishman, A Curious Mind, 190. Livros com mais de quatro autores.

Livros com mais de quatro autores.

Entrada bibliográfica - Bellizzi, Giacomo, Gmuca, Natalia V., Linnea E. Pearson, Jennifer M. Burns. Consumer Perceptions. London: Penguin books, 1995.

Nota de rodapé - Bellizzi et al., Consumer Perceptions, 35. Citado a partir de monografia.

Citado a partir de monografia.

Nota de rodapé - Jan Trost, Continuity and Change in Marriage and Family. Toronto, ON: Holt, Rinehart and Winston, 1986, citado em Rod Beaujot, Earning and Caring in Canadian Families. Peterborough: Broadview Press, 2000, 110.

Citado a partir de website.

Nota de rodapé - Maria de Lourdes Figueira, Escola Brotero. Memórias de Sempre. 2.ª ed. Coimbra: Escola Secundária Avelar Brotero, 2012, citado em Rodrigues Costa. "Coimbra: a Brotero uma escola com passado e com presente 2". Visualizado em 11 Agosto, 2022.

Capítulos de Livros

Entrada bibliográfica – Rodrigues, Eugénia. «A agricultura: entre as comunidades de aldeia e os empreendimentos estatais». Em O Império Oriental. 1660-1820, editado por Maria de Jesus dos Mártires Lopes, Tomo I:449–536. Nova História da Expansão Portuguesa, V. Lisboa: Editorial Estampa, 2006.

Nota de rodapé – Rodrigues, «A agricultura», 500.

Artigos

Entrada bibliográfica – Satterfield, Susan. “Livy and the Pax Deum”. Classical Philology 111, no. 2 (April 2016): 165-176.

Nota de rodapé – Satterfield, “Livy”, 170.

Book review

Entrada bibliográfica – Kakutani, Michiko. “Friendship Takes a Path That Diverges”. Review of Swing Time, by Zadie Smith. New York Times, November 7, 2016.

Nota de rodapé – Kakutani, “Friendship”.

Tese ou dissertação

Entrada bibliográfica – Rutz, Cynthia Lillian. “King Lear and Its Folktale Analogues.” PhD diss., University of Chicago, 2013.

Nota de rodapé – Rutz, “King Lear”, 158.

Websites

Entrada bibliográfica – Yale University. “About Yale: Yale Facts”. Visualizado em 1 Maio, 2017.

Nota de rodapé – Yale University, “About Yale: Yale Facts”. Visualizado em 1 Maio, 2017.

Citação de fontes

Na transcrição de fontes deve-se, sempre que possível, actualizar a grafia.

Nas notas de rodapé e na lista final de fontes deve-se identificar o arquivo / biblioteca, cota e fundos por extenso, na seguinte forma: Nome do Arquivo por extenso. Identificação do maço e Cota. Identificação do documento. Local e data do documento.


Exemplo:

Arquivo Nacional da Torre do Tombo. Registo Geral de Mercês. Mercês de D. João V, Lv. 40, fl. 408.

Arquivo Histórico Ultramarino. 771/2. 1D. MU. Cx. 1879-1929. Processos Individuais. ANG. Francisco Maria Victor Cordon. Requerimento. 17 de Maio de 1878.

Arquivo Histórico de São Tomé e Príncipe. Repertório Simples do Fundo Arquivistico: Câmara Municipal de São Tomé e Príncipe. Livro de registo de pessoal técnico e de administração (1886-1890), fl.13.

Arquivo Histórico Militar. Lista dos Alunos das Escolas Militares - Academia de Fortificação, Escola do Exército, Escola de Guerra e Escola Militar (1790 a 1940).

Regras de escrita

A escrita deve ser informativa e sóbria, seguindo as subsecção estipuladas e respeitando a seguinte formatação:

- Os nomes próprios e os topónimos, devem ser actualizados para a grafia actual. Devendo-se quer na wikibase quer no corpo de texto chamar a atenção para a existência de outras grafias.

- As Notas (que são colocadas automaticamente com uma referência) devem estar antes das virgulas e dos pontos finais (exemplo: xxxxx4. Xxxxxx e xxxxx4, xxxxxx).

Exemplo: " foi sepultado no mesmo hospital[5], " e "São Francisco de Lisboa[6]."

- Em caso de citação deve-se usar: " aspas duplas " e "aspas simples 'dentro' das aspas duplas" e a pontuação fora das aspas "aspas", excepto se a pontuação fizer parte da citação. Deve-se fazer uso do itálico.

- No caso do uso de traços para fazer um comentário importante - deve ser usado - um espaço depois e antes do comentário. Exemplo: deve - ser feito - assim / não deve -ser feito- assim

- As datas devem ser colocadas no texto no formato 7 de Junho de 1647.

- A biografia deve ser colocada por ordem alfabética de autor seguindo o sistema Chicago como em cima se referiu.


Hiperligações:

- Os textos podem e devem ter hiperligações internas.

As hiperligações internas devem ser colocados no formato Academia Real de Fortificação, Artilharia e Desenho e não http://eviterbo.fcsh.unl.pt/wiki/Academia_Real_de_Fortifica%C3%A7%C3%A3o,_Artilharia_e_Desenho É importante respeitar esta regra pois só deste modo se pode garantir a fácil manutenção dos links internos.

- As hiperligações externas são de evitar ao máximo deixando-os sobretudo para o campo das fontes e bibliografia (ligando a repositório institucionais de bibliotecas e arquivos) e ao campo "Ligações externas". Isto porque estas hiperligações precisam de "manutenção" pois os endereços mudam, as páginas são apagadas, etc, vamos reduzidas. Por isso reduzir as hiperligações externas ao mínimo. Ao fazer ligações externas use as regras definidas em "websites".


Para mais informações veja-se:

Guião de redação - Pessoas

Guião de redação - Instituições

Guião de redação - Vestuário